Especialistas dos EUA recomendam vacina contra Covid-19 para crianças a partir de 6 meses

WASHINGTON (Reuters) - Um painel de especialistas do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) aprovou neste sábado uma recomendação de vacinação contra a Covid-19 para crianças com seis meses ou mais.

A votação por 12 a 0 a favor da medida precisa ser confirmada pela diretora do CDC, Rochelle Walensky, para que o governo norte-americano possa começar a vacinar crianças entre 6 meses e 5 anos.

A Administração de Alimentos e Remédios dos EUA (FDA) autorizou na sexta-feira a vacina da Moderna para crianças entre 6 meses e 5 anos, e a dose da Pfizer-BioNTech para crianças entre 6 meses e 4 anos. A vacina da Pfizer já está autorizada para crianças acima dos 5 anos.

“Esta infecção mata crianças e temos uma oportunidade de impedir isso”, disse Beth Bell, uma das médicas do painel, após a votação. “Aqui está uma oportunidade de impedir um risco conhecido”.

O governo do presidente dos EUA, Joe Biden, planeja começar a vacinação dos grupos etários com menos de cinco anos ainda no começo da próxima semana.

Embora muitos pais nos Estados Unidos estejam ansiosos para vacinar seus filhos, não está claro quão forte será a demanda pelas doses. A vacina da Pfizer-BioNTech foi autorizada para crianças entre 5 e 11 anos em outubro, mas apenas cerca de 29% das pessoas daquele grupo foram totalmente vacinadas até agora, segundo dados federais.

(Reportagem de Leroy Leo e Manas Mishra, em Bengaluru, e Makini Brice, em Washington)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos