Esposa de Arthur Lira ganha cargo de governador bolsonarista

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente da Câmara, Arthur Lira, e a esposa (Foto: Reprodução)
Presidente da Câmara, Arthur Lira, e a esposa (Foto: Reprodução)
  • Angela Lira, esposa do presidente da Câmara, Arthur Lira, ganha cargo de governador bolsonarista

  • Ela foi nomeada em julho pelo governador de Roraima como secretária-adjunta da Representação Estadual no DF

  • Salário é de R$ 14 mil

A esposa do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ganhou um cargo como secretária adjunta da Representação Estadual no Distrito Federal do governador de Roraima, Antonio Denarium (PP), um dos principais governadores aliados do presidente Jair Bolsonaro.

Angela Maria Gomes de Almeida Lira foi nomeada em julho, com um salário líquido mensal de R$ 14 mil. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Leia também:

Segundo o governo de Roraima, a principal tarefa da pasta é a interlocução com as diferentes instituições com as quais o estado se relaciona em Brasília.

A chefe de Angela Lira também é uma apoiadora de Bolsonaro. Gerlane Baccarin, secretária responsável pela pasta da Representação Estadual, foi derrotada na eleição municipal de Boa Vista em 2020, pelo PP. Baccarin também é mulher do deputado federal Hiran Gonçalves (PP).

Denarium, assim como Bolsonaro, era do PSL e hoje está sem partido. No 7 de Setembro, o governador participou dos atos a favor do presidente. Ele foi um dos poucos governadores a acatar o pedido do chefe do Executivo para que zerassem o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que incide sobre a gasolina e o gás de cozinha.

Questionado pela Folha, o governo de Roraima afirmou que a nomeação foi feita em virtude de que Ângela é “administradora experiente, já tendo passado por várias instituições, como Banco do Nordeste e Assembleia Legislativa de Alagoas, além de ter excelente trânsito em Brasília”.

Lira é investigado por desvio de recursos públicos

Eleito neste ano para comandar a Câmara com apoio de Bolsonaro, Lira é investigado por supostos funcionários fantasmas em seu gabinete na Assembleia de Alagoas, quando era deputado estadual. A mulher do deputado também foi envolvida na acusação, suspeita de ser funcionária-fantasma.

Cabe ao presidente da Câmara decidir sobre os mais de cem pedidos de impeachment contra Bolsonaro já apresentados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos