Esposa de McAfee questiona hipótese de suicídio e critica a imprensa

·2 minuto de leitura
John McAfee, co-founder of McAfee Crypto Team and CEO of Luxcore and founder of McAfee Antivirus, speaks at the Malta Blockchain Summit in St Julian's, Malta November 1, 2018. REUTERS/Darrin Zammit Lupi
John McAfee foi encontrado morto em 23 de junho, em sua cela em Barcelona
  • John McAfee foi encontrado morto em 23 de junho, na Espanha

  • Autópsia confirmou suicídio por enforcamento

  • Esposa não aceita tese de suicídio e critica a imprensa

Em 23 de junho, John McAfee, empresário norte-americano famoso por ter criado o antivírus McAfee e preso na Espanha por crimes de evasão fiscal, foi encontrado morto em sua cela em Barcelona. As informações divulgadas em todo o mundo são de que ele teria cometido suicídio, mas essa possibilidade não é aceita pela esposa dele, Janice McAfee. 

Leia também:

Em sua conta no Instagram, Janice postou uma foto dos casal e na legenda e disse que não aceita a história do suicídio, que foi apresentada ao público antes mesmo de seus advogados saberem da morte de McAfee. “Não aceito a história de ‘suicídio’ que se espalhou pelo câncer maligno que é MSM (mainstream media, algo como mídia tradicional, na tradução literal). Eles e suas fontes não identificadas não são confiáveis”, escreveu.

Ela também questiona a apresentação de uma carta encontrada em seu bolso, já que isso não teria sido mencionado quando Janice foi buscar as coisas do esposo na prisão e, novamente, nem seus advogados sabiam disso.

Segundo Janice, o marido estava bem no dia do ocorrido e que falou com ele duas vezes. “Ele me disse para ser forte e não me preocupar, continuaríamos lutando contra todos os apelos necessários”, disse. “Suas últimas palavras para mim foram ‘eu te amo, vou te ligar à noite’, mas infelizmente essa ligação nunca aconteceu.”

Morte e autópsia

Um dos pioneiros da indústria de tecnologia dos Estados Unidos, McAfee foi encontrado morto na cela da prisão em 23 de junho deste ano, aos 75 anos. Segundo o jornal El País, uma autópsia divulgada no início de julho confirmou a hipótese de suicídio por enforcamento.

À época, a família do milionário afirmou que pediria uma nova autópsia independente. 

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos