Esposas dos soldados do batalhão Azov pedem ajuda ao Papa

Após a audiência geral desta quarta-feira, no Vaticano, o papa Francisco esteve por alguns minutos com esposas de soldados ucranianos do Batalhão Azov. As mulheres pediram ajuda do pontífice para conseguir a retirada dos militares entrincheirados na siderúrgica de Azvostal, em Mariupol.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos