'Está tudo legal com o Fabio, vai continuar', diz Bolsonaro

Daniel Gullino
Segundo Bolsonaro, Wajngarten é um 'excelente profissional'

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quinta-feira o secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fabio Wajngarten. Bolsonaro afirmou que, pelo que ele analisou até agora, "está tudo legal" com Wajngarten e disse que ele irá continuar no cargo.

— Não vou te responder isso daí — disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada, questionado sobre se Wajngarten deveria deixar sua empresa. — Se for ilegal, a gente vê lá na frente. O que eu vi até agora, está tudo legal com o Fabio. Vai continuar. É um excelente profissional. Se fosse um porcaria igual alguns que tem por aí, ninguém estaria criticando ele.

Na quarta-feira, reportagem do jornal "Folha de S.Paulo" mostrou que a empresa de Wajngarten tem contratos em vigor com emissoras de televisão e agências de publicidade que recebem verbas do governo federal. É tarefa da Secom direcionar os recursos de propaganda do Palácio do Planalto. O caso será analisado pela Comissão de Ética Pública da Presidência da República em sua primeira reunião do ano, no próximo dia 28. O secretário nega ter cometido irregularidades.