Estágio de atenção: chove forte em diversas áreas do Rio e bolsões d'água já causam transtornos

Dia amanheceu nublado nesta segunda-feira e previsão é de muita chuva

RIO — Conforme era previsto, no fim da tarde desta segunda-feira, começa a chover com intensidade em diversas áreas da Região Metropolitana do Rio, principalmente na Zona Oeste. De acordo com o Centro de Operações (COR), já há registro de chuva muito forte em Santa Cruz, que teve um acumulado de 15,8mm em apenas 15 minutos, e de chuva forte no Jardim Botânico, na Zona Sul, e no Alto da Boa Vista. Na Cidade de Deus, Tanque, Sepetiba, e na Estrada Grajaú-Jacarepaguá há chuva moderada. Às 15h20m, o município decretou estágio de atenção, pouco após ter entrado em estágio de mobilização às 14h40m. A prefeitura sugere que os cariocas evitem deslocamentos e permaneçam em local seguro.

Com o grande acúmulo de água, já começam a aparecer os bolsões d'água pelas ruas, que, como sempre, dificultam o trânsito, principalmente em horário próximo à volta para casa. De acordo com o COR, as poças causam transtornos na Estrada Lagoa-Barra, em São Conrado, na altura da passarela da Rocinha, no Sentido Barra e na Rua General Olímpio Mourão Filho. Em Jacarepaguá, na área da Gardênia Azul, dois bolsões causam problemas a motoristas na Avenida Ayrton Senna: um na altura do Uptown, sentido Jacarepaguá, e outro na altura da Avenida Embaixador Abelardo Bueno, no sentido orla.

De acordo com o COR, Às 15h50m:

Há registro de chuva forte no entorno do Maciço da Tijuca, principalmente sobre a Zona Sul e o Itanhangá. Os núcleos seguem em direção ao oceanoNo estado, há chuva moderada a forte que atua na Região Serrana e na Baixada Fluminense, podendo atingir parte da Zona Norte na próxima hora, principalmente a Ilha do Governador

De acordo com o Alerta Rio, entre a noite desta segunda-feira e a manhã de terça ainda há previsão de muita chuva, com intensidade moderada a forte, podendo vir acompanhadas de raios e rajadas de vento forte.

A situação em São Paulo, que encara uma série de problemas após um temporal entre a noite de domingo e a manhã desta segunda-feira, tem causado temor a muitos cariocas sobre a chuva que está por vir. O chefe executivo do Centro de Operações da prefeitura do Rio (COR), Alexandre Caderman, pede que os cariocas acompanhem os alertas do COR e o noticiário.

— Uma chuva com a mesma intensidade pode até não acontecer. Mas estamos no Verão. Se o volume for igual, vamos ter problemas. Haverá alagamentos. A recomendação é que o carioca acompanhe o noticiário e as redes sociais do Alerta Rio e do Centro de Operações. Se a situação de São Paulo se repetir aqui fique em casa — disse.