Fiocruz dará terceira dose da vacina contra Covid-19 em estação no metrô e recrutará voluntários para estudo

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai vacinar, até sexta-feira, quem não tomou ainda a terceira dose do imunizante contra Covid-19 na estação Carioca do MetrôRio. A fundação vai recrutar voluntários para uma pesquisa sobre os resultados da aplicação desse primeiro reforço. Tomaram a terceira dose da vacina 3.795.586 moradores da capital, o que corresponde a 56,2% do público alvo, segundo dados do Painel Rio Covid-19.

Aumento das infecções: OMS alerta que pandemia de Covid-19 está 'longe de terminar'

BA.2.75: Nova subvariante pode ser mais transmissível que o sarampo, afirmam cientistas

Todos os maiores de 18 anos que receberam primeira e segunda dose das vacinas Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer, há pelo menos três meses, podem tomar a terceira dose na estação como voluntários desse estudo. É preciso apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de vacinação das duas doses anteriores do imunizante.

Quem quiser participar do ensaio clínico terá que se cadastrar com a equipe da Fiocruz, que estará no mezanino da estação, no corredor próximo ao acesso B (Avenida Chile/Petrobras), das 10h às 16h. Os técnicos vão orientar os passageiros sobre a importância de completar o esquema vacinal contra o vírus, além de tirar dúvidas sobre a pesquisa.

Covid-19: na terceira onda, mortes caíram entre adolescentes e cresceram em crianças que não eram vacinadas, mostra estudo da Fiocruz

O estudo é feito pela Fiocruz, em parceria com o Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino e a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Entre os fatores analisados, estão o tempo e a capacidade de resposta imunológica de vacinados com imunizantes direntes; e a avaliação do desenvolvimento de reação adversa à vacina.

Antes da vacinação, os voluntários serão informados das etapas do estudo e entrevista. Eles serão acompanhados durante dois meses por ligações telefônicas. Já os também aceitarem fazer a testagem de anticorpos contra Covid-19 serão acompanhados por visitas presenciais por até um ano. No decorrer do estudo, se voluntário quiser sair da pesquisa, basta informar a decisão aos profissionais da Fiocruz.

Modelo matemático: Covid-19 pode se tornar endêmica em 2 anos, estimam pesquisadores de Yale

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos