Estado alerta para falso calendário de vacinação em São Paulo

FÁBIO MUNHOZ
·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* CAMPINAS, SP, BRASIL, 18-01-2021 -  Enfermeira prepara dose da Coronavac no HC de Campinas. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)
*ARQUIVO* CAMPINAS, SP, BRASIL, 18-01-2021 - Enfermeira prepara dose da Coronavac no HC de Campinas. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo de São Paulo, gestão João Doria (PSDB), alerta para a existência de um falso calendário de vacinação contra a Covid-19 que está circulando em redes sociais e grupos de mensagem, como o WhatsApp.

O falso cronograma afirma erroneamente que a vacinação de idosos com acima de 75 anos começaria já na semana que vem. A fake news diz ainda que a imunização de pessoas com menos de 28 anos seria iniciada no dia 1º de julho. A vacinação de crianças e adolescentes contra a Covid-19 ainda não está prevista.

A Secretaria de Estado da Saúde afirma que o calendário divulgado na internet é falso e orienta a população a sempre se informar por meio dos canais oficiais da pasta.

De acordo com a secretaria, só estão confirmadas as datas para vacinação da população acima dos 85 anos: os idosos com mais de 90 começam a receber a primeira dose do imunizante na próxima segunda-feira (8). Já aqueles com idade entre 85 e 89 começam a ser vacinados no dia 15.

As doses para imunização das pessoas com mais de 90 anos começaram a ser enviadas nesta segunda-feira (1º) para todo o estado. A previsão é de que todas as regiões recebam o imunizante até quarta-feira (3).

Para agilizar o atendimento no dia da aplicação, o governo orienta aos cidadãos que façam um pré-cadastro no site Vacina Já. O procedimento não serve como agendamento.

O Instituto Butantan receberá nesta semana 5.400 lotes do insumo utilizado para a fabricação da Coronavac, desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac. O material permitirá a produção de 8,6 milhões de doses. O governador João Doria também afirmou na segunda que o governo chinês liberou o envio de mais 5.600 litros da matéria-prima ao Brasil (que rendem 8,7 milhões de doses), que deverão chegar até 10 de fevereiro.

Segundo a coordenadora do Plano Estadual de Imunização de Imunização de São Paulo, Regiane de Paula, a vacinação de idosos com 80 a 84 anos pode ter início ainda em fevereiro, dependendo da velocidade em que as doses chegarem ao país.

Vacinômetro Até as 12h05 desta terça-feira (2), 474.892 pessoas já haviam sido vacinadas contra o novo coronavírus em todo o estado. Os dados são do Vacinômetro, plataforma criada pelo governo paulista para monitorar a imunização em tempo real em São Paulo.