"Estado da União": 27 avançam com embargo ao petróleo russo

"Estado da União": 27 avançam com embargo ao petróleo russo

Esta semana, os chefes de Estado e de Governo da União Europeia, reunidos em Bruxelas numa cimeira extraordinária, concordaram cortar 90% das importações de petróleo da Rússia até o final do ano.

Conseguiram superar um impasse de semanas com a Hungria por causa da sanção mais dura do bloco contra Moscovo desde que começou a guerra na Ucrânia.

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, deixou cair o seu veto depois de se alcançar um compromisso para isentar as importações de petróleo por oleoduto, poupando, assim, a Hungria.

O assunto está em destaque na edição desta semana do programa "Estado da União."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos