Estado lança obras para recuperar 47 batalhões da Polícia Militar

·2 min de leitura

RIO — O governo do Rio lança, nesta quarta-feira, um plano de recuperação dos batalhões centenários da Polícia Militar. De acordo com o porta-voz da PM, major Ivan Blaz, o trabalho abrange a reforma de 47 unidades e terá um investimento de R$ 126 milhões. Os alojamentos e os refeitórios das unidades serão os principais focos do projeto, que também prevê obras estruturais em unidades históricas. Além disso, prédios anexos a alguns batalhões serão construídos para melhorar as condições logísticas.

O Comando de Operações Especiais (COE), localizado em Ramos, por exemplo, contará com novas construções em sua estrutura. Já unidades como o Batalhão de São Cristóvão e o Batalhão de Choque passarão por intervenções de modernização. O projeto será detalhado esta quarta pelo governador Cláudio Castro.

— Vários dos batalhões da Polícia Militar, como o de Rocha Miranda, têm quase cem anos de fundação. Desde então, essas unidades nunca receberam qualquer obra de grande porte para adaptar suas estruturas. Em alguns locais, policiais não têm acesso a boas condições para descanso e alimentação. Isso será mudado graças às obras — afirma Blaz.

O anúncio da reforma dos batalhões da PM vem na mesma semana em que governo iniciou o pagamento do abono de Natal a policiais militares, policiais civis, bombeiros e profissionais da Secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap).

R$ 35 milhões no Natal

No total, mais de 70 mil agentes receberão um cartão no valor de R$ 500. Os abonos a essas categorias terão um custo aproximado de R$ 35 milhões aos cofres públicos estaduais.

— O abono de Natal é uma forma de agradecer a todos os servidores da Segurança Pública e reconhecer o trabalho e a dedicação deles ao povo fluminense neste ano — disse o governador.

O pagamento dos abonos natalinos foi comemorado pelo secretário de Administração Penitenciária, Fernando Veloso.

— Muitos desafios se apresentam para o próximo ano, e temos certeza que 2022 será um ano de vitórias para os nossos servidores. Nada mais justo do que reconhecer isto — afirmou.

O secretário da Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Marinho Pires, também celebrou o pagamento.

— Empregamos um grande efetivo de homens e mulheres nas ruas todos os dias, que trabalham duro, inclusive nos festejos de fim de ano. É gratificante colaborar para que os policiais possam também festejar a passagem desse novo ciclo com mais dignidade junto a seus familiares — completou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos