Estado de Nova Jersey ordena que seus habitantes fiquem em casa pelo coronavírus

Foto divulgada pelo Departamento de Defesa dos EUA onde soldado da Guarda Nacional do Exército de Nova Jersey tem sua temperatura verificada no Teaneck Armoury em Teaneck, Nova Jersey

Nova Jersey se tornou neste sábado (21) o último estado dos Estados Unidos a ordenar a seus habitantes que fiquem em casa, em uma tentativa de frear a propagação do novo coronavírus.

O governador Phil Murphy declarou que todas as reuniões estão canceladas e que os comércios e serviços não essenciais "devem fechar indefinidamente suas lojas físicas" a partir das 21h00 de domingo.

A medida segue as ordens similares de vários estados do país, entre eles Califórnia, Nova York, Illinois e Connecticut.

Murphy afirmou que "os serviços essenciais de saúde pública, segurança e sociais permanecerão acessíveis", e acrescentou que supermercados, bancos de alimentos, farmácias e estações de serviço continuarão abertos.

Restaurantes e bares poderão funcionar somente para entregas à domicílio e retiradas no local.

Por volta de 30% dos americanos se encontram em várias fases de bloqueio, incluindo as três maiores cidades do país: Nova York, Los Angeles e Chicago.

O COVID-19 já deixou 278 mortes nos EUA, com mais de 22.000 casos confirmados no país, segundo uma contagem da Universidade Johns Hopkins.