Estado do Rio manterá uso obrigatório de máscaras

·1 minuto de leitura

RIO — Após uma reunião do Grupo de Especialistas em Vigilância Epidemiológica da Secretaria estadual de Saúde (SES) do Rio, o secretário estadual de Saúde Alexandre Chieppe disse ao GLOBO que está mantido o uso obrigatório de máscaras no Rio.

Nesta quinta-feira, a SES até divulgou uma nota em que afirma que o Rio "se aproxima do momento em que será possível flexibilizar o uso de máscaras de proteção". Contudo, segundo a pasta, "ainda não é possível antecipar esse cenário, uma vez que é necessário consolidar a queda no número de casos e alguns indicadores assistenciais, principalmente o que diz respeito aos atendimentos em UPAs".

O texto prossegue: "Além disso, é preciso avaliar se não haverá repique de casos em idosos por causa de queda da proteção vacinal". A secretaria informou ainda que só irá definir eventuais novas normas sobre a flexibilização do uso de máscaras em ambientes abertos com base na avaliação dos profissionais do Comitê Científico. "No momento, a SES não antecipa qualquer tomada de decisão", explicou a pasta na nota.

Enquanto isso, algumas cidades já anunciam ou colocam em práticas mudanças nas regras relativas à proteção. Entretanto, o Ministério Público do Rio (MP-RJ) e a Defensoria Pública estadual conseguiram na Justiça a suspensão imediata do decreto municipal que desobriga o uso de máscaras em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Desde esta terça-feira (5), o item não era mais compulsório em local aberto ou fechado, o que tem dividido a população da cidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos