Estado do RJ registra primeiras duas mortes por coronavírus

Idoso de máscara no calçadão da praia de Copacabana

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Estado do Rio de Janeiro registrou as duas primeiras mortes por coronavírus, ambas as vítimas com mais de 60 anos e com histórico de problemas de saúde, informou o governo estadual nesta quinta-feira.

A primeira vítima foi uma mulher, de 63 anos, que morreu na cidade de Miguel Pereira, no centro-sul fluminense. Ela sofria de diabetes e hipertensão, e deu entrada em um hospital da cidade na segunda-feira. A morte aconteceu na terça-feira.

O segundo caso fatal foi de um idoso, de 69 anos, que morreu em Niterói nesta semana e teria pego a doença de uma pessoa próxima que veio do exterior. Ele também tinha histórico de diabetes e hipertensão. A contraprova do exame divulgada nesta quinta-feira também deu positiva.

“Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa”, disse o secretário de Saúde do RJ, Edmar Santos, em comunicado.

O Estado do Rio tem até agora ao menos 65 casos confirmados de Covid-19.

De acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Saúde na noite de quarta-feira, o Brasil tem 428 casos confirmados de coronavírus. São Paulo foi o primeiro Estado a registrar mortes, e atualmente tem quatro óbitos relacionados à doença.


(Por Rodrigo Viga Gaier)