Estado de São Paulo reforça segurança no segundo turno das eleições

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

O governo do estado de São Paulo preparou um esquema de segurança reforçado para garantir a tranquilidade neste domingo (30), dia do segundo turno das eleições presidenciais e para o governo estadual.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Operação Eleições mobilizará 77.602 policiais militares (13.143 do policiamento ordinário e 64.459 no reforço de segurança para o pleito), 15 mil policiais civis e 300 técnico-científicos.

Notícias relacionadas:

Serão responsáveis pela escolta e guarda das urnas 16.181 policiais militares, que estarão mobilizados desde as 12 horas do dia anterior em 200 locais de votação na capital e, a partir das 18h, nos demais locais de voto, em todo o estado. Nos locais de votação, cartórios eleitorais e na segurança dos juízes eleitorais, atuarão 61.421 policiais militares. Ao término da votação eles farão a escolta das mídias de resultados e das urnas.

“A Polícia Civil e a Polícia Técnico-Científica reforçarão os efetivos para atender a qualquer eventualidade. Na Civil, a estimativa é de que 15 mil policiais estejam mobilizados ao longo do plantão de eleições. O efetivo da Polícia Militar também contará com o apoio de 8.863 viaturas, 1.026 motos, 26 aeronaves e 30 drones para auxiliar na segurança. As tropas poderão ser deslocadas para outros municípios ou regiões para atender a qualquer solicitação do TRE para assegurar a tranquilidade da eleição”, disse, em nota, a SSP.