Estados Unidos registram 743 novas mortes por COVID-19 em 24 horas

Paciente é levado para a área de emergência de um hospital em Tuba, cidade da nação Navajo, durante toque de recolher de 57 horas, imposto para tentar conter a disseminação do novo coronavírus entre os nativos no Arizona, 24 de maio de 2020

O novo coronavírus registrou 743 novas mortes em 24 horas nos Estados Unidos, segundo contagem até as 20h30 desta segunda-feira (21H30 de Brasília) da Universidade Johns Hopkins, tomada como referência no país.

Com os novos registros, o total de mortes nos Estados Unidos chegou a 105.099. Os casos identificados alcançam 1.809.109, segundo cifras atualizadas da universidade, com sede em Baltimore.

Os Estados Unidos são, de longe, o país mais afetado do mundo em termos absolutos pela pandemia de COVID-19.

O vírus matou pelo menos 373.439 pessoas em todo o mundo desde que apareceu em dezembro na China, segundo contagem da AFP com base em fontes oficiais até as 16h de Brasília desta segunda-feira. Além disso, um número superior a 6.200.000 pessoas em 196 países ou territórios contraíram a doença.

Todos os estados americanos relaxaram, em diferentes níveis, as medidas de contenção. Multidões foram às ruas em dezenas de cidades do país para protestar pela morte de George Floyd, um cidadão negro asfixiado por um policial branco na semana passada em Minneapolis. As autoridades decretaram toque de recolher noturno em várias cidades para conter a violência.