Estados Unidos terão sua primeira mulher trans em um Senado Estadual

Extra
·1 minuto de leitura

Pela primeira vez na história dos Estados Unidos uma mulher transexual ocupará uma cadeira em um Senado estadual. A democrata Sarah McBride foi eleita nesta terça-feira para a Casa no Estado de Delaware.

McBride, que havia ganhado com tranquilidade nas primárias democratas, irá assumir a cadeira de seu correligionário Harris B. McDowell III, no distrito de Wilmington. Ele está se aposentando após ficar 44 anos no cargo.

Pelo Twitter, a recém-eleita senadora estadual comemorou a vitória, com mais de 83%:

"Espero que esta noite mostre a uma criança LGBTQ que nossa democracia também é grande o suficiente para ela", escreveu. "Enquanto Delaware continua enfrentando a crise da Covid, é hora de trabalhar para investir nas políticas que farão a diferença para as famílias trabalhadoras".

Apesar de ser a primeira trans a assumir uma vaga no Senado estadual, McBride não é uma novata na política. Em 2012, também foi a primeira estagiária abertamente transexual na Casa Branca, durante o governo de Barack Obama. Depois, atuou em favor de um projeto de lei estadual para os direitos de pessoas trans em Delaware, que foi sancionado em 2013.

McBride também é secretária de imprensa nacional da Campanha de Direitos Humanos, o maior grupo de direitos civis LGBTs. Em 2016, ao discursar diante democratas, ela também foi a primeira trans a falar em uma convenção nacional de um grande partido.