'Estamos dormindo juntinhos a noite toda'; veja essa e outras frases do dia

Agência Brasil/Antônio Cruz

"Estamos dormindo juntinhos a noite toda. Durante o dia, brigamos sobre quem lava a louça" - Jair Bolsonaro sobre relação com Hamilton Mourão

Em um café com jornalistas no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) minimizou os atritos com o vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB), e disse que manterá a parceria com ele, no mínimo, até 2022, quando se encerra o mandato. Bolsonaro comparou a crise envolvendo Mourão e seu filho Carlos, vereador no Rio, a um casamento. Nos últimos dias, o filho 02, forma como o presidente trata Carlos, tem atacado duramente Mourão nas redes sociais. O vice-presidente adotou uma postura de não criar confronto e usando um ditado popular afirmou que não rebateria Carlos: "Quando um não quer, dois não brigam".

"Pela conversa, pelo feeling que eu tive, me pareceu útil para mim" - Chico Rodrigues (DEM-RR), senador e vice-líder do governo Bolsonaro sobre contratação do primo dos filhos do presidente como assessor

Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio, primo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, começou a dar expediente no Senado. Pessoa de confiança do vereador Carlos Bolsonaro, Leonardo, de 35 anos, foi contratado pelo senador Chico Rodrigues (DEM-RR) para o segundo maior cargo de seu gabinete, com um salário de R$ 22,9 mil mensais. O senador minimizou o fato de Leonardo não ter experiência parlamentar e diz que está apostando nos jovens. Questionado sobre o parentesco com a família Bolsonaro, Rodrigues respondeu: “Melhor ainda sendo sobrinho do presidente. Qual o mal que tem nisso aí?”

“Me comprometi com os indígenas a conversar com os líderes que estão analisando essa questão e passar o meu sentimento” - Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, sugerindo que Funai volte para o Ministério da Justiça

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse nesta quinta-feira (25) que vai tentar convencer parlamentares a devolver a Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Justiça. Desde janeiro, em razão de uma Medida Provisória (MP), o órgão passou a ser subordinado ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, chefiado por Damares Alves. A mesma MP também transferiu a responsabilidade da demarcação de terras indígenas para o Ministério da Agricultura, sob comando de Tereza Cristina. A não aprovação da MP, que transfere a demarcação de terras indígenas para o Ministério da Agricultura, é a principal reivindicação dos índios que participam, em Brasília, da 15ª Edição do Acampamento Terra Livre.

“É tudo culpa da imprensa” - Jair Bolsonaro sobre menina Yasmin não poder ir mais à escola após vídeo polêmico

Também no café da manhã com os jornalistas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que recebeu a menina Yasmin e pretende visitar a casa dela no final de semana. A garotinha foi personagem central de um vídeo divulgado pelo Estadão, no qual supostamente havia se recusado a cumprimentar o presidente. A informação, no entanto, é falsa - Yasmin teria apenas balançado a cabeça negativamente quando Bolsonaro perguntou se as crianças torciam para o Palmeiras, time do coração do presidente. No encontro com a imprensa, Bolsonaro teria dito que, desde a repercussão do vídeo, a menina não pode voltar à escola.

“Após estudos técnicos […] decidimos que não haverá Horário de Verão na temporada 2019/2020” - Jair Bolsonaro, justificando decreto que extingue o polêmico horário de verão

O presidente Jair Bolsonaro oficializou o fim do horário de verão ao assinar, nesta quinta-feira (25), um decreto que revoga a iniciativa, em cerimônia no Palácio do Planalto. Um relatório do Ministério de Minas e Energia citado pelo presidente que avalia a quantidade de energia economiza mostra que, nos últimos anos, os resultados mostraram-se quase nulos, algo que, entre outros, se explica devido às mudanças de hábitos dos brasileiros.