Tendência? Estão dizendo que tomar sol no períneo dá mais energia que tomar café

Meagan falou sobre a prática teoísta de tomar sol no períneo diariamente (Foto: Instagram)


Tudo bem que ficar com marquinha de biquíni não é lá essas coisas, mas será que tomar sol na região anal não é um pouco demais? Pois é, a ideia de expor o períneo ao sol, bastante surpreendente, tem dado o que falar na internet desde que a influenciadora Meagan, que se classifica como professora, curandeira e praticante do tantra, publicou uma imagem no Instagram sobre a prática. 

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

No clique, Meagan aparece nua, deitada sobre uma pedra, com as pernas abertas e viradas para o sol, "bronzeando" a região íntima. "Pelas últimas semanas eu coloquei tomar sol no bumbum e yoni na minha rotina matinal",, escreveu ela. “Yoni” é um termo em sânscrito para a região íntima feminina, também chamada de “passagem divina".


Leia também

Na primeira postagem sobre o tema, ela explica que 30 minutos de sol no períneo, a região mais escondida do corpo humano, é o equivalente a passar um dia inteiro sob o sol com roupas. Ela diz que, adotando a prática diária, percebeu, a princípio, um aumento no seu nível de energia. 

Além disso, Meagan diz que tem dormido melhor, sentido uma conexão maior com a sua energia sexual e fluxo da vida, e experienciado mais criatividade no dia a dia. 

"Isso é realmente mais energizante do que tomar muitos copos de café, e é uma ótima alternativa a tomar café neurotóxico e consumir cafeína que pode perturbar a sua glândula adrenal", disse. 

Tanto no Instagram, quanto no Twitter, os comentários sobre o post de Meagan viralizaram, principalmente pelo fator inusitado. "Será que eu tenho o mesmo efeito se fizer como uma planta e mirar a janela?", ironizou uma usuária. 

Em um segundo post sobre o assunto, Meagan explicou que aprendeu sobre aa prática de tomar sol no períneo estudando sobre taoísmo. A região é considerada pela filosofia como "o Portão da Vida e da Morte" - o que significa que é por ali que a energia do corpo entra e sai. 

De acordo com ela, os benefícios incluem a absorção da energia solar pelos órgãos internos, aumento da saúde e longevidade do corpo (porque evita o "vazamento" de energia), aumento da criatividade, melhora da libido, regulação do ciclo circadiano (o que, por sua vez, melhora do sono), melhora do foco e aumento do estímulo mental. 

Meagan tem adotado a prática todas as manhãs (a recomendação é de 30 segundos a 5 minutos, no máximo, de exposição solar na região) por alguns meses e diz perceber mudanças significativas, principalmente, no seu nível de energia - ela diz até mesmo não precisar mais de café para se manter energizada. E aí, vai encarar?