Estoque de carros sobe para 164,8 mil e atinge o maior patamar em 27 meses

Desde maio de 2020 não eram registrados números tão positivos (Getty Image)
Desde maio de 2020 não eram registrados números tão positivos (Getty Image)
  • Os estoques de carros nos pátios de montadoras e concessionárias subiram em agosto

  • Balanço aponta que esse é o maior valor em 27 meses

  • Durante a pandemia, aconteceu um desabastecimento das lojas de carros por causa de semicondutores

A pandemia afetou todos os setores, inclusive o automobilístico. Com a volta das atividades presenciais, os estoques nos pátios de montadoras e concessionárias subiu para 164,8 mil veículos no fim de agosto. A estatística foi atualizada pela Anfavea, a associação das montadoras, que, na divulgação do balanço de agosto da indústria, apontou a maior produção de veículos no país em muito tempo.

Esse é o maior valor em 27 meses, de acordo com dados da Anfavea (associação de montadoras). Ele representa uma elevação de 14,8 mil unidades em relação ao mês de julho, quando os estoques só eram suficientes para 22 dias de venda. Desde maio de 2020 não eram registrados números tão positivos.

No mês passado, foram fabricadas 238 mil unidades, representando um crescimento de 43,9%. Ao Infomoney, o presidente da Anfavea, Márcio de Lima Leite, afirmou que "o arrefecimento da economia global, em especial da demanda por smartphones, ajudou a aliviar o aperto na oferta de componentes eletrônicos".

Ele ainda disse que o crescimento nas vendas internas, que foram as maiores em 20 meses. Ao todo, foram 335 mil veículos entre janeiro e agosto. Essa é uma alta de 32,2% na comparação anual que também superou o volume de antes da crise sanitária.

A indústria automotiva também já esperava um deslocamento da oferta de semicondutores (produto escasso no mundo) ao longo das férias de verão do hemisfério norte. A expectativa é que os números continuem positivos nos próximos meses.