Estoque de gás na Alemanha sobe ligeiramente, mas situação permanece “tensa”

FRANKFURT (Reuters) - As instalações de armazenamento de gás da Alemanha foram ligeiramente abastecidas ao longo da noite, apesar de uma forte queda de entregas da Rússia, afirmou o órgão regulador do país neste sábado, mas acrescentou que a situação do fornecimento de gás continua “tensa”.

Os níveis de armazenamento de gás ficaram em 56,66% no sábado, um pequeno crescimento de 56,29% ante a sexta-feira, afirmou o órgão regulador de rede da Alemanha, Bundesnetzagentur, em seu relatório diário sobre fornecimento de gás, reiterando o pedido para economizar o máximo de gás possível.

O governo alemão pediu que empresas e moradias reduzam o consumo de gás ao mínimo, sob pressão para garantir que os níveis de armazenamento sejam adequados antes da temporada de aquecimento que começa em cerca de 12 semanas.

A Rússia limitou no começo desta semana os fornecimentos pelo oleoduto Nord Stream 1 a cerca de 40% da sua capacidade, um gesto que Moscou atribuiu ao atraso de equipamentos retidos no Canadá para manutenção.

A Alemanha, que depende do gás russo para a maior parte do seu consumo de combustível, questionou essa explicação e disse que a medida da Rússia foi politicamente motivada para dificultar o abastecimento.

O presidente da Bundesnetzagentur, Klaus Müller, disse no fim da sexta-feira que, mesmo se as instalações de armazenamento de gás da Alemanha ficassem 100% cheias, duraria apenas 2,5 meses, se a Rússia interromper completamente o fornecimento.

(Reportagem de Christoph Steitz)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos