'Estou forte pelo meu filho', diz viúva de brasileiro que morreu ao cair de andaime na Itália

"Estou fazendo de tudo para ser forte pelo meu filho, mas é muito difícil. É muito difícil ver ele chamando pelo pai", disse nas redes sociais a esposa do brasileiro Alexsandro Tonn Loose, de 30 anos, que morreu ao cair de um andaime. Ele estava em seu primeiro dia de trabalho em uma obra, em Mântua, na Itália.

Desaparecidos: Irmãos confessam ter matado indigenista Bruno Pereira e jornalista Dom Phillips no AM

Esportes: Promotoria sugere pena de 18 meses de prisão Platini e Blatter por fraude

Covid-19: Vacinas para bebês da Pfizer e Moderna são examinadas por especialistas nos EUA

Na sequência de vídeos publicados no Instagram, Gioissi Silva, de 30 anos, contou ainda que alguns amigos estão se mobilizando para arrecadar dinheiro para o traslado do corpo de Alexsandro ao Brasil. Visivelmente abalada, ela ainda destacou o quanto ele era amoroso com o filho e a família.

— Ele era um pai incrível. Uma pessoa que nunca deixou faltar nada em casa. Sempre muito amoroso com os pais. Ninguém espera isso, ninguém. – Conclui Gioissi, que estava casada há 10 anos com Alexsandro. O casal teve um filho, um menino de quatro anos.

Loose despencou de uma altura de seis metros, na última segunda-feira, em seu primeiro dia de trabalho. O local onde aconteceu o acidente havia ficado fechado por três semanas e as atividades foram retomadas na segunda-feira.

De acordo com o jornal italiano L'Arena, Alexsandro Tonn Loose morreu na hora. Ainda não estão esclarecidas as causas do acidente. Uma investigação foi aberta.

Alexsandro é natural do município da Serra, na Grande Vitória, no Espírito Santo, e havia se mudado para a Itália junto com Gioissi e o filho há cerca de três meses. Ele tinha cidadania italiana e foi para o país para exercer a profissão de pedreiro, a mesma do pai e dos quatro irmãos.

Em nota, o Itamaraty disse que está à disposição da família para prestar assistência. Segundo a pasta, quando um brasileiro morre no exterior, os consulados podem prestar orientações gerais aos familiares e cuidar da expedição de documentos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos