Estrela da Fox News Bill O'Reilly acumula denúncias de assédio

O apresentador da Fox News Bill O'Reilly, em Nova York, em 6 de abril de 2016

Bill O'Reilly, apresentador estrela da Fox News, foi denunciado por assédio por pelo menos cinco funcionárias da emissora americana, que pagou milhões para resolver suas reivindicações, afirmou neste sábado o New York Times.

Segundo o jornal, a Fox News pagou um total de 13 milhões de dólares a cinco mulheres em troca de seu silêncio e do abandono de eventuais processos judiciais contra a estrela da emissora de tendência conservadora.

Dois de seus acordos financeiros, habituais no sistema judiciário americano, já eram conhecidos, mas o New York Times assegura saber de outras três denúncias de assédio, duas de caráter sexual e outra de comportamento abusivo.

As cinco mulheres trabalhavam em sua equipe e apareciam regularmente em seu programa "The O'Reilly Factor".

Elas acusam Bill O'Reilly, entre outras coisas, de ter comportamento descabido com elas, usando sua posição de poder na emissora para obter favores sexuais.

"Como todas as personalidades visíveis e polêmicas, sou vulnerável a denúncias de indivíduos que querem que eu pague para evitar a má reputação", reagiu Bill O'Reilly em seu site.

Bill O'Reilly, de 67 anos, é uma das personalidades mais conhecidas da televisão americana. "The O'Reilly Factor" é visto diariamente por uma média de 450.000 espectadores.

O presidente de Fox News, Roger Ailes, renunciou em julho de 2016 após ter sido objeto de acusações de assédio sexual por uma ex-apresentadora.