Estrela de 'I may destroy you' dedica prêmio a coordenadora de intimidade: 'Obrigada por sua existência na indústria'

·1 minuto de leitura

A atriz britânica Michaela Coel, criadora e protagonista da série "I may destrou you", da HBO, dedicou o prêmio Bafta de melhor atriz de TV, recebido na noite deste domingo, a coordenadora de intimidade Ita O’Brien. Michaela, quando subiu ao palco pela segunda vez para a premiação individual (antes, ela recebeu a estatueta de melhor série), destacou a importância dessa função nos sets.

"Quero dedicar este prêmio a coordenadora de intimidade Ita O’Brien. Obrigado por sua existência na nossa indústria, por tornar o espaço seguro físico, emocional e profissionalmente para que a gente faça um trabalho sobre exploração, perda de respeito e abuso de poder sem ser explorada e abusada no processo", disse Michaela. "Eu sei como é filmar sem um coordenador de intimidade - a bagunça e a vergonha para a equipe e devastação interna para a atriz. A sua direção foi essencial para a minha série, e acredito que seja essencial para toda produtora que queira trabalhar com temas de consentimento".

"I may destroy" é uma produção de 2020 que discute consentimento sexual na contemporaneidade a partir de um abuso sofrido por Arabella, a personagem de Michaela. A história é baseada na experiência da própria atriz, criadora da série.

"Isso (o reconhecimento) é incrível. Realmente me ajudou a superar algumas coisas problemáticas. Isso me ajudou a ser capaz de fazer um show, criar oportunidades e ver talentos se unindo. Meio que substituiu lembranças ruins por outras muito boas", disse Michaela, nos bastidores do Bafta, à "Variety".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos