Estudante causa correria ao depredar universidade em SP com taco de beisebol

Reprodução

Um estudante foi detido na noite desta quinta-feira após depredar uma sala de aula na Universidade São Judas na Mooca, zona leste de São Paulo.

Ele usou um taco de beisebol para destruir janelas e atirou carteiras do sétimo andar. Alunos confundiram a confusão com um tiroteio, o que causou uma correria no local. Ninguém ficou ferido.

Segundo testemunhas, o jovem participava da entrega do relatório do trabalho de conclusão de curso (TCC) quando começou a discutir com um professor. Um vídeo gravado no momento mostra quando ele abre uma mochila e diz: “Sabem o que eu vou fazer?”, retirando o taco. O ato fez com que os alunos saíssem correndo.

#SP Aluno quebra portas e vidros com taco de beisebol e provoca pânico na Universidade São Judas Tadeu, na Mooca; ele foi detido pic.twitter.com/mrc3Y5QUJH

— Jornal Destak (@destak) November 17, 2017

O estudante foi preso em flagrante no 8º DP (Brás) por ter causado pânico, delito previsto no artigo 41 da Lei das Contravenções Penais, e responderá ainda por ameaça e dano qualificado. Ele será apresentado nesta sexta-feira, 17, para audiência de custódia, onde a Justiça decidirá sobre a manutenção da sua prisão.

Em depoimento, segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”, o jovem disse que estava insatisfeito com a metodologia de avaliação da universidade e decidiu fazer um “protesto”.

Em nota divulgada pelo Facebook, a universidade disse que o ocorrido foi um “caso isolado”. “Temos a informar que um aluno teve um comportamento exacerbado e chegou a utilizar um taco de beisebol para depredar o ambiente, causando certa perplexidade às demais pessoas presentes. Imediatamente a Universidade acionou a segurança local e a polícia, que identificaram e detiveram o indivíduo pela conduta inadequada.”