Estudante da UFMG está em coma após ser encontrada tendo convulsões no campus

Estudante está em coma após sem encontrada por colega - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Estudante está em coma após sem encontrada por colega - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Estudante está em coma após ter sofrido convulsões na última quinta-feira (14)

  • Ela estava com amigos em um bar, separou-se para buscar água na faculdade e foi encontrada por uma colega

  • A família tenta entender o que aconteceu com a jovem, que ainda não teve um diagnóstico conclusivo

Uma jovem de 21 anos está internada em estado grave após ter sido encontrada convulsionando em um campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) na última quinta-feira (14).

Parentes e amigos de Juliana Vieira Ferreira Ribeiro ainda tentam entender o que aconteceu naquela noite. A estudante estava com colegas em um bar da região quando se separou para ir beber água dentro da faculdade onde cursa Química, por volta das 21h40.

Momentos mais tarde, Juliana foi encontrada por uma aluna da instituição. A jovem tinha convulsões e não conseguia se comunicar.

A colega contatou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que a levou ao Hospital João XXIII. Diante da gravidade do caso, Juliana foi imediatamente encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em coma.

De acordo com informações do jornal O Globo, a família da estudante conseguiu uma transferência para o Hospital Vila da Serra, em Nova Lima.

Família pede informações

A garota foi submetida a exames, que descartaram a possibilidade de ela ter sofrido mal súbito causado por drogas ou ingestão de bebidas alcoólicas.

Juliana ainda deve ser submetida a novos exames, mas um diagnóstico sobre seu quadro de saúde ainda não foi fechado.

Familiares e amigos estão em busca de pessoas que possam esclarecer o que aconteceu com a estudante entre 21h40 e 22h15, quando a Segurança Universitária do campus da UFMG foi acionada e alertada sobre o ocorrido.

A madrasta de Juliana, Cristiane Rodrigues, explicou ao Globo que foi procurada pela reitora da universidade e solicitou a disponibilização de imagens das câmeras de segurança do campus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos