Estudante se passa por empresário para conseguir fotos íntimas

Delegado afirma que suspeito também vai ser investigado pelo crime de extorsão. Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem foi preso pela Polícia Civil de Alagoas após se passar por empresário para conseguir fotos e vídeos íntimos de mulheres.

Segundo as investigações, José Adelmo Oliveira da Silva, de 23 anos, usava fotos de um ator pornô em suas redes sociais para chamar a atenção de vítimas.

Silva também é suspeito de divulgar as imagens on-line sem o consentimento das vítimas. O suspeito é estudante de psicologia e usava o nome falso Tiago para falar com as mulheres nas redes.

Leia também:

Ele usava a falsa identidade para se aproximar das mulheres, conseguir conversas íntimas e imagens em que as vítimas estivessem nuas.

De acordo com as investigações, o suspeito também fazia chamadas de vídeo para capturar imagens das partes íntimas das mulheres.

De acordo com informações do delegado Thiago Prado, da Seção de Crimes Cibernéticos da Divisão Especial de Investigações e Capturas, o suspeito também vai ser investigado pelo crime de extorsão por Silva ter enganado e conseguido fotos das vítimas.

O suspeito, que enganou ao menos dez mulheres, foi indiciado e irá responder pelos crimes de falsa identidade e divulgação de fotos íntimas sem consentimento da vítima.