Estudantes de SP poderão solicitar Bilhete Único 2020 a partir do dia 3 de janeiro

·2 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.05.2016 - Máquinas de recarga do Bilhete Único. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 11.05.2016 - Máquinas de recarga do Bilhete Único. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A SPTrans anunciou que os estudantes de São Paulo poderão solicitar primeira ou segunda via do Bilhete Único Estudante para o ano letivo de 2022 a partir do dia 3 de janeiro.

Segundo a companhia, os estudantes que quiserem solicitar a primeira via ainda para 2021 terão até o dia 30 de novembro para entrar com o pedido. Se a necessidade for de emissão da segunda via, então o bilhete pode ser requerido até 31 de dezembro.

A Prefeitura de São Paulo alerta que a solicitação do Bilhete Único Estudante no final do ano letivo de 2021, sendo primeira ou segunda via, não isentará o aluno do pagamento da revalidação para ter direito ao benefício no ano de 2022.

Segundo a SPTrans, tanto para receber um novo cartão na instituição ou revalidar um cartão antigo, o estudante deverá pagar o valor de solicitação, que está disponível no site, nas máquinas de autoatendimento presentes em terminais de ônibus e em estações de metrô.

É possível ainda pagar o valor correspondente a 7 tarifas de ônibus em um posto de atendimento da SPTrans ou emitir um boleto e aguardar até três dias úteis, após o pagamento, para confirmação.

Para emitir a primeira via do Bilhete Único Estudante, é preciso se cadastrar no site da SPTrans, informar à sua unidade de ensino que deseja utilizar o bilhete, aguardar que a unidade encaminhe à SPTrans seus dados e então acompanhar a confirmação da sua matrícula pelo site.

A retirada da primeira via do cartão é feita na própria instituição de ensino. Caso o estudante queira receber o bilhete em outro endereço, essa especificação deve ser feita pelo site.

Aqueles que desejam solicitar uma segunda via, seguem caminho mais curto.

Ela pode ser adquirida em 72 horas depois do registro de cancelamento do cartão anterior pela Central de Atendimento da Prefeitura, o 156.

Após esse prazo, o estudante deve ir a um posto de atendimento da SPTrans levando um documento oficial com foto.

Para fazer a emissão da segunda via é necessário o pagamento de uma taxa de 7 tarifas de ônibus vigentes.

Há também a opção de cancelar o cartão e retirar a segunda via diretamente em um posto da SPTrans.

Segundo a SPTrans, os créditos podem ser comprados em diversos aplicativos para celular, na loja virtual da SPTrans, nas máquinas de autoatendimento instaladas em terminais de ônibus e estações do metrô e da CPTM, assim como em postos de atendimento da SPTrans.

Há ainda a possibilidade de recarregar o Bilhete por SMS, ligando para *32245 e efetuando um cadastro, e até pelo Facebook, por meio do assistente virtual Bipay. Clientes do Itaú e Banco do Brasil também podem fazer a compra crédito através dos canais próprios bancos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos