Estudo aponta Brasil e Indonésia como maiores culpados por desmantamento ligado à mineração

Área desflorestada

Por Gloria Dickie

LONDRES (Reuters) - A mineração em escala industrial de materiais como carvão, ouro e minério de ferro está estimulando o desmatamento nas regiões tropicais, com florestas antes impenetráveis sendo desmatadas para a abertura de minas e estradas de acesso, mostra uma nova pesquisa.

No primeiro estudo para quantificar o impacto da mineração industrial na perda de florestas tropicais, uma equipe internacional de cientistas descobriu que quatro países são os principais culpados: Brasil, Indonésia, Gana e Suriname.

Juntas, as quatro nações ricas em florestas foram responsáveis por cerca de 80% do desmatamento tropical causado por operações de mineração em grande escala entre os anos de 2000 e 2019, de acordo com o estudo https://www.pnas.org/cgi/doi/10.1073/pnas.2118273119 publicado na segunda-feira na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Embora pelo menos 70% do desmatamento seja feito para limpar terrenos para a agricultura, os cientistas classificaram a mineração industrial como uma preocupação emergente, devido ao crescente apetite global por minerais usados em tecnologias de energia limpa para combater as mudanças climáticas.

"A transição energética vai exigir grandes quantidades de minerais --cobre, lítio, cobalto-- para tecnologias descarbonizadas", disse o coautor da pesquisa Anthony Bebbington, geógrafo da Clark University, no Estado norte-americano de Massachusetts.

"Precisamos de mais ferramentas de planejamento por parte de governos e empresas para mitigar os impactos da mineração na perda de florestas."

As minas em todo o planeta já extraem mais que o dobro da quantidade de matérias-primas do que no ano 2000, segundo o estudo.

Para o estudo, os pesquisadores estudaram imagens de satélite globais e dados que rastreiam perdas de floresta, juntamente com informações de localização para operações de mineração em escala industrial nas últimas duas décadas.

O estudo não mediu os impactos da mineração artesanal e de pequena escala.

No geral, havia 26 países responsáveis pela maior parte do desmatamento em regiões tropicais do mundo desde 2000.

Mas ao redor dos locais de mineração industrial, os quatro países dominam. As maiores perdas ocorreram na Indonésia, onde as minas de carvão na ilha de Bornéu se expandiram para atender à demanda de combustível da China e da Índia.

Gana e Suriname também mostraram altas taxas de desmatamento em torno das minas de ouro e bauxita. No Brasil, a extração de ouro e minério de ferro impulsionou o desmatamento causado pela mineração.

As operações de mineração geralmente desmatam florestas para abrir espaço para a expansão de locais de extração e instalações de armazenamento de rejeitos, bem como para construir estradas de acesso https://www.reuters.com/business/environment/road-ruin-informal-byways-sow-seeds-destruction-colombias-amazon-2021-04-14/ e assentamentos para mineradores.