Estudo aponta sucesso financeiro do PSG após chegada de Neymar Jr.

Neymar tem brilhado pelo PSG dentro e fora de campo (AFP)


A presença de Neymar Jr. como atleta do Paris Saint Germain tem gerado resultados além das quatro linhas para o clube francês. Atualmente, o PSG é o 2º clube que mais lucra na área comercial do mundo e o 5º maior em receita total no futebol mundial. A consultoria Deloitte, responsável por um amplo estudo sobre as finanças dos clubes europeus, credita grande parte desse crescimento ao impacto publicitário de contratações como a de Neymar Jr.

- As contratações de alto perfil (Neymar Jr e Mbappé) ajudaram notavelmente as vendas de merchandising e a receita em dias de jogos, com grande interesse nas camisas de réplicas e na oportunidade de ver ao vivo a equipe repleta de estrelas do PSG - destaca o relatório do grupo de trabalho do Deloitte Football Money League.

Vale lembrar que no dia da apresentação de Neymar Jr. em Paris, os torcedores esgotaram em apenas seis horas o estoque de 10 mil camisas com o nome do atleta. O faturamento estimado na época foi de 1 milhão de euros.

As receitas analisadas pelo estudo são divididas em três categorias: comercial, renda em dia de jogos e direitos de transmissão. O PSG teve aumento significativo em todos os fluxos, com destaque “impressionante” para receita comercial, onde o clube gerou 363,4 milhões de euros (cerca de R$ 1,6 bilhões de reais) na temporada 2018/2019, a segunda maior da história da ‘Money League’. Transmissão e jogos correspondem a 156,6 mi de euros (R$ 729 milhões de reais) e 115,9 mi de euros (R$ 540 milhões de reais), respectivamente.

NEYMAR JR. ATRAI MARCAS

A assinatura de cinco novos parceiros, bem como a extensão de contratos com seis empresas globais impulsionaram o crescimento na área. Os ‘novos mercados’ buscados pelo PSG, como a Ásia, estão em sintonia com o trabalho feito pela NR Sports com Neymar Jr.

Um estudo da empresa de consultoria chinesa ‘Mailman Group’ confirma que ambos estão no caminho certo. A companhia focada no mercado digital avalia a força das propriedades do futebol online na China e cita Neymar Jr. como segundo jogador mais popular no país. Não por acaso a última pré-temporada do PSG foi por lá.

Por isso, a imagem do atleta contribuiu diretamente para formação de novas parcerias com o clube, como a colaboração com a Nike Jordan e a chegada da marca Replay Jeans, patrocinadores do jogador brasileiro e que agora também estão no clube francês.

No caso da Nike Jordan, o relatório da Deloitte aponta que, “na indústria do futebol, os parisienses continuam a perturbar o status atual, com ideias inovadoras”. Ou seja, o clube tem alinhado com sucesso áreas como futebol e entretenimento.

É o caso da colaboração Nike Jordan, responsável por impulsionar as vendas de mercadorias, juntamente com o terceiro uniforme da temporada 2018/2019. O vestuário moderno se tornou uma peça popular de vestuário ‘streetwear’ de fãs do clube.

"ERA NEYMAR JR."

Já em receita geral nos últimos anos o Paris Saint Germain cresceu 149,7 milhões de euros (R$ 697 milhões de reais). Com isso, o clube subiu do 7º lugar (486,2 milhões de euros) no ranking da temporada 2016/2017 (sem Neymar Jr) para o 5º lugar (635,9 milhões de euros) – com Neymar Jr. O segundo maior crescimento do período, atrás apenas do Barcelona, que obteve 192,5 milhões euros (R$ 897 milhões de reais).

A consultoria analisa ainda que os clubes estão analisando cada vez mais o potencial comercial e os benefícios que determinado jogador pode trazer multiplicando a receita e ampliando o alcance para novos mercados.

FORÇA DAS REDES SOCIAIS

No relatório divulgado em janeiro, uma foto de Neymar Jr e seu número de seguidores no Instagram são destacados para observar também o papel influenciador que o atleta possui nas redes sociais. São 131 milhões do brasileiro contra 26,7 milhões do PSG.

A exposição direta ou indireta das marcas em perfis pessoais também é levada em conta para o aumento das receitas. “A escala de seguidores de estrelas mundiais pode, em alguns casos, ser ainda maior do que a do clube e seu impacto pode ser mais do que apenas performances em campo”, destaca o relatório.

DESEMPENHO GERAL DOS CLUBES NA 'DELOITTE MONEY LEAGUE'

Receita geral - 2016/2017

Manchester United - 673,3 mi euros
Real Madrid - 674,6 mi euros
Barcelona - 648,3 mi euros
Bayern de Munique - 587,8 mi euros
Manchester City - 527,7 mi euros
Arsenal - 487,6 mi euros
Paris Saint Germain - 486,2 mi euros
+ 149,7 mi de euros (PSG)

Receita geral - 2018/2019 (Neymar Jr)

Barcelona - 840,8 mi euros
Real Madrid - 757,3 mi euros
Manchester United - 711,5 mi euros
Bayern de Munique - 660,1 mi euros
Paris Saint Germain - 635,9 mi euros
Manchester City - 610,6 mi euros
Liverpool - 604,7 mi euros

Perfil de receita por categoria € – 2018/2019

PSG:

636,4 mi (comercial) – 2º lugar no ranking
156,6 mi (Transmissão) – 15º lugar no ranking
115,9 mi (Dia de Jogo) – 4º lugar no ranking

Barcelona:

383,5 mi (comercial) – 1º lugar no ranking
298,1 mi (Transmissão) – 2º lugar no ranking
159,2 mi (Dia de jogo) – 1º lugar no ranking