Ethereum passará por atualização para reduzir uso de energia

Por Elizabeth Howcroft

LONDRES (Reuters) - Uma atualização de software há muito aguardada para a blockchain Ethereum com o objetivo de reduzir seu enorme consumo de energia é esperada para esta semana, movimento que pode ampliar o uso da tecnologia e apoiar o preço da criptomoeda ether.

A atualização, conhecida como "fusão", marcará uma mudança radical na forma como as transações na blockchain Ethereum ocorrem e as criptomoedas ether são criadas. O novo sistema consumirá 99,95% menos energia, segundo a Ethereum Foundation, órgão que atua como porta-voz da rede.

O momento exato da fusão ainda é desconhecido, mas o Google e outros sites que rastreiam a blockchain estavam prevendo na segunda-feira que ela ocorrerá nas primeiras horas da quinta-feira. A Ethereum Foundation disse que acontecerá de 10 a 20 de setembro. O evento já foi adiado várias vezes.

Se for bem-sucedido, a blockchain passará de um sistema de "prova de trabalho" - no qual computadores validam transações resolvendo problemas matemáticos complexos com alto gasto de energia - para um protocolo de "prova de participação", no qual indivíduos e empresas atuam como validadores, usando ether como garantia, em uma tentativa de ganhar novos tokens.

O ether é a segunda maior criptomoeda, só atrás do bitcoin, com valor de mercado de cerca de 200 bilhões de dólares, de acordo com o site de dados CoinGecko. Existem cerca de 1 milhão a 1,5 milhão de transações por dia na blockchain Ethereum, em comparação com os 200 mil a 300 mil do bitcoin, de acordo com dados da CoinMetrics.

(Por Elizabeth Howcroft)