Eu e Marina Silva falamos a mesma língua, diz senador ruralista que apoia Lula

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O senador licenciado Carlos Fávaro (PSD), membro da bancada ruralista que coordenará a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Mato Grosso, diz que fala a mesma linguagem de Marina Silva (Rede) e que não há incompatibilidade entre eles.

A ex-ministra do Meio Ambiente, candidata a deputada federal por São Paulo, disse ao jornal Folha de S.Paulo que a aliança do PT com Fávaro e o deputado Neri Geller (PP-MT), membro da bancada ruralista, criava amarras com o atraso.

"Não queremos degradação ambiental, queremos produção sustentável", afirma Fávaro. Ele diz que uma sugestão sua nesse sentido será incorporada ao plano de governo de Lula: taxas de juros mais baixas para produtores que converterem áreas de pastagem em agrícolas.

Com apoio de Lula e de partidos de esquerda, Geller será candidato ao Senado pelo Mato Grosso. A aliança representou uma ponte do ex-presidente com o agronegócio, setor que majoritariamente apoia o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos