'Eu não sou um gato': advogado aparece com avatar de felino em audiência via Zoom e vídeo viraliza. Saiba como evitar a gafe

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO - E se de repente você entrasse numa reunião virtual de trabalho no aplicativo Zoom e percebesse que em seu vídeo não aparecia sua imagem, mas a de um gato falando?

Foi o que aconteceu com o advogado americano Rod Ponton, que no meio de uma sessão on-line com um tribunal no estado do Texas, surgiu conversando com os colegas e o juiz com o avatar de um felino. O vídeo viralizou nas redes e festa festa dos internautas. Virou até hashtag: #imnotacat.

Ponton não percebeu que estava inadvertidamente usando um filtro, e o juiz que estava na live, tentou explicar a situação e como remover o avatar. Enquanto isso, o advogado repetia: "Eu estou "Eu estou aqui ao vivo, não sou um gato". Depois que ele conseguiu "voltar ao normal", publicou um tuíte comentando "os tempos desafiadores para representar um cliente" usando as ferramentas de home office.

A constrangedora situação ilustra alguns cuidados que se deve ter ao acessar reuniões assim, como não entrar imediatamente com o vídeo ativado (ou o áudio, para evitar ruídos). Antes de ligar a câmera, certifique-se de estar vestido adequadamente, de preferência num cenário neutro, e se alguém em casa usou o aplicativo antes de você, por exemplo.