'Eu sou racista, eu não suporto negro', diz PM ao ameaçar mulher que ele chama de 'macaca do c...'

A Polícia Civil de Santa Catarina vai investigar um homem que, em vídeo disseminado nas redes, admite ser racista e ameaça bater em uma mulher. Na gravação, ele diz que não suporta negro e chama a interlocutora de "macaca do c...". O suspeito é um policial militar reformado de São Ludgero.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos