EUA acusa a China de aproveitar o vírus para expandir sua influência regional

(Arquivo) Vista aérea das ilhas Qilianyu na cadeia Paracel, considerada pela China como parte da província de Hainan

Os Estados Unidos acusaram nesta segunda-feira a China de ter "afundado" um barco de pesca vietnamita no mar da China Meridional e pediram que "pare de se beneficiar" da situação criada pelo novo coronavírus para "expandir" sua influência regional.

"Estamos muito preocupados com informações de que a República Popular da China afundou um barco de pesca vietnamita nas proximidades das ilhas Paracel, no mar da China Meridional", declarou em comunicado a porta-voz da diplomacia americana, Morgan Ortagus.

"Este incidente é o mais recente de uma longa série de ações da República Popular da China para reivindicar direitos marítimos indevidos e prejudicar seus vizinhos do sudeste asiático", acrescentou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

O Departamento de Estado americano pediu a Pequim que "permaneça concentrado em apoiar os esforços internacionais para combater a pandemia e pare de se beneficiar do fato de outros Estados estarem ocupados ou vulneráveis para expandir suas pretensões territoriais ilegais no mar da China Meridional".

Washington há muito tempo acusa Pequim de militarizar esse mar para ampliar sua influência.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.