EUA acusam terceiro suspeito por assassinato do presidente haitiano Moise

Foto do ex-presidente haitiano Jovenel Moise pendurada em parede de sua casa em Porto Príncipe

Por Brian Ellsworth e Kylie Madry

MIAMI (Reuters) - Os Estados Unidos acusaram nesta segunda-feira um ex-senador haitiano de conspirar para matar o presidente haitiano Jovenel Moise, o terceiro suspeito a ser formalmente acusado pelo Departamento de Justiça dos EUA enquanto a investigação do próprio país caribenho sobre o assassinato continua paralisada.

John Joel Joseph, que a polícia haitiana descreveu como suspeito vários dias após o assassinato em julho passado, fugiu do Haiti de barco e foi preso na Jamaica em janeiro por entrar ilegalmente no país. Mais tarde, ele foi extraditado para os Estados Unidos.

Joseph enfrenta acusações de conspirar para cometer assassinato ou sequestro fora dos EUA e fornecer apoio material resultando em morte, de acordo com um comunicado do Departamento de Justiça norte-americano.

Promotores dos EUA dizem que a conspiração envolveu primeiro o sequestro de Moise, mas evoluiu para um plano de assassinato depois que o grupo não conseguiu encontrar um avião para tirá-lo do Haiti.

Joseph "estava presente quando um co-conspirador... garantiu a assinatura de um ex-juiz haitiano em um pedido por escrito de assistência para promover a prisão do presidente Moise", informou o comunicado à imprensa.

Ele também ajudou a obter veículos e armas de fogo para apoiar a operação, acrescentou.

O comunicado identifica o suspeito pelo sobrenome "John", enquanto as autoridades haitianas disseram que seu sobrenome é "Joseph".

Em janeiro, promotores dos EUA apresentaram acusações semelhantes contra Rodolphe Jaar, um cidadão haitiano-chileno, e Mario Palacios, um ex-soldado colombiano que a polícia haitiana disse fazer parte de uma equipe de cinco homens que entrou no quarto de Moise para matá-lo.

(Reportagem adicional de Gessika Thomas, em Porto Príncipe)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos