EUA afirmam que eleições no Brasil 'servem como modelo', após críticas de Bolsonaro

A embaixada dos Estados Unidos no Brasil afirmou nesta terça-feira que as eleições brasileiras “servem como modelo para o mundo”, um dia depois de Jair Bolsonaro questionar, sem provas, a segurança das urnas eletrônicas, em reunião com embaixadores.

"As eleições brasileiras, conduzidas e testadas ao longo do tempo pelo sistema eleitoral e instituições democráticas, servem como modelo para as nações do hemisfério e do mundo", ressaltou a embaixada americana em nota divulgada por sua assessoria de imprensa.

O presidente brasileiro se reuniu ontem no Palácio da Alvorada com dezenas de embaixadores e diplomatas estrangeiros e, sem apresentar provas, criticou, em discurso de quase uma hora, a transparência da justiça eleitoral e a segurança das urnas eletrônicas.

"Os Estados Unidos confiam na força das instituições democráticas brasileiras. O país tem um forte histórico de eleições livres e justas, com transparência e altos níveis de participação dos eleitores", diz a nota da representação dos Estados Unidos.

msi/ag/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos