EUA alertam Irã que responderão a ataques de aliados de Teerã no Iraque

Forças iraquianas em rua de Basra 8/9/2018 REUTERS/Alaa al-Marjani

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos alertaram o Irã nesta terça-feira que irão “responder rapidamente e decididamente” a quaisquer ataques feitos por aliados de Teerã no Iraque que resultarem em ferimentos a norte-americanos ou danos em instalações norte-americanas.

O comunicado da secretaria de imprensa da Casa Branca acusou o Irã de não impedir ataques nos dias recentes contra o Consulado dos EUA em Basra e contra o complexo da embaixada norte-americana em Bagdá.

    “O Irã não agiu para cessar estes ataques de seus aliados no Iraque, os quais apoiou com financiamento, treinamento e armas”, dizia o comunicado.

    “Os Estados Unidos irão responsabilizar o regime em Teerã por qualquer ataque que resultar em ferimento a nossos membros ou danos a instalações do governo dos EUA. A América irá responder rapidamente e decididamente em defesa de vidas americanas”.

    Na sexta-feira, três tiros de morteiro caíram dentro da Zona Verde em Bagdá, amplamente fortificada e onde fica a embaixada dos EUA, mas não causaram danos ou mortes, de acordo com o Exército iraquiano.

    O ataque com morteiro foi o primeiro de tal tipo em diversos anos na Zona Verde, onde ficam prédios do governo, do Parlamento e muitas embaixadas estrangeiras.

    O consulado dos EUA em Basra fica próximo ao aeroporto, que foi atacado por foguetes no sábado. Não foram relatados danos ou mortes.

Manifestantes em Basra irritados com corrupção política invadiram e incendiaram prédios do governo iraquiano na semana passada. O consulado do Irã foi incendiado por manifestantes que gritavam contra o que veem como a influência iraniana sobre questões iraquianas.