EUA alertam o Irã sobre graves consequências caso ataque americanos

·1 min de leitura

WASHINGTON (Reuters) - O Irã enfrentará graves consequências caso ataque americanos, disse a Casa Branca neste domingo, incluindo qualquer um dos que foram sancionados por Teerã pela morte do general Qassem Soleimani em 2020 após um ataque de drones.

O conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, disse que as sanções do Irã no sábado foram realizadas ao mesmo tempo em que as milícias de Teerã atacam tropas americanas no Oriente Médio.

"Trabalharemos junto aos nossos aliados e parceiros para deter e responder a qualquer ataque realizado pelo Irã", disse Sullivan em um comunicado.

"Se o Irã atacar qualquer um de nossos cidadãos, incluindo qualquer uma das 52 pessoas sancionadas ontem, enfrentará graves consequências."

No sábado, o Irã impôs sanções a dezenas de americanos, muitos deles do exército dos EUA, pelo assassinato de Soleimani em 2020.

O Ministério das Relações Exteriores do Irã disse que 51 americanos foram implicados em "terrorismo" e violações dos direitos humanos. A medida permite que as autoridades iranianas apreendam quaisquer ativos que eles possuam no Irã, mas a aparente ausência de tais ativos significa que provavelmente a punição foi simbólica.

Não ficou claro por que a declaração de Sullivan se referia a 52 pessoas enquanto Teerã disse ter sancionado 51.

(Por Doina Chiacu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos