EUA alteram recomendações de viagens para o Brasil, diminuindo grau de risco da Covid de 'muito alto' para 'alto'

·2 minuto de leitura

O Centro de Controle de Doenças (CDC) dos EUA reduziu nesta segunda-feira o grau de alerta em relação à Covid-19 no Brasil, passando de risco "muito alto" para "alto". Antes, Washington recomendava que cidadãos americanos devessem evitar viagens ao território brasileiro, mas agora diz que os passageiros devem garantir que estão totalmente vacinados antes de viajarem.

Mesmo com a mudança na classificação de risco, o governo americano continua adotando cautela em relação a viagens para o Brasil. Segundo as recomendações para americanos que desejam vir ao território brasileiro, "passageiros não vacinados devem evitar viagens não essenciais ao Brasil".

"O Brasil continua tendo altos números diários de casos de Covid-19 em todo o país", diz um texto no site da embaixada americana no Brasil, anunciando a mudança de categoria.

Já o site do CDC pontua que "devido à situação atual no Brasil, todos os viajantes podem estar em risco de pegar e espalhar variantes da Covid-19".

Com o avanço da vacinação, o Brasil vem registrando queda no número de novos casos e mortes pela Covid-19. No domingo, a média móvel foi de 473 óbitos, uma queda de 30% em comparação com o cálculo de duas semanas atrás, o que indica tendência de queda. Pelo quinto dia consecutivo o índice fica abaixo de 500.

Em relação às novas infecções, foram 8.082 novos no domingo. A média móvel foi de 16.461 diagnósticos positivos, uma redução de 31% em comparação ao índice de duas semanas atrás, o que também demonstra tendência de queda.

Já em relação à vacinação, 64,75% da população brasileira está parcialmente imunizada, enquanto 34,31% já tomou as duas doses ou a vacina de dose única.

Também nesta segunda-feira, o CDC passou a desaconselhar que os americanos viajem para outros nove países: Afeganistão, Albânia, Sérvia, Belize, Lituânia, Granada, São Cristóvão e Névis, Eslovênia e Ilhas Maurício, incluindo-os no grau de risco "muito alto" da Covid.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos