EUA aprovam mais 675 milhões de ajuda militar à Ucrânia

Os Estados Unidos aprovaram mais 675 milhões de dólares de ajuda militar à Ucrânia. O anúncio foi feito pelo secretário da Defesa norte-americano, Lloyd Austin, no início de uma reunião dos aliados de Kiev, esta quinta-feira, na Alemanha.

"A face da guerra está a mudar, assim como a missão deste grupo de contacto. Trabalharemos juntos para treinar as forças da Ucrânia a longo prazo. Trabalharemos juntos para integrar as capacidades da Ucrânia e reforçar as suas operações conjuntas a longo prazo. Trabalharemos juntos para atualizar as nossas bases industriais para responder aos requisitos da Ucrânia a longo prazo e trabalharemos juntos para a produção e a inovação para atender às necessidades de autodefesa da Ucrânia a longo prazo", afirmou Lloyd Austin.

Mas o chefe da Diplomacia da União Europeia alertou esta semana para a redução dos arsenais dos Estados-membros com a entrega de armas e munições à Ucrânia. Josep Borrell apelou à reposição das reservas militares de forma conjunta.