Pence chega ao Japão para tratar crise norte-coreana e cooperação econômica

Tóquio, 18 abr (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, chegou nesta terça-feira ao Japão para uma visita oficial de dois dias, onde os recorrentes testes armamentísticos realizados pela Coreia do Norte e a cooperação econômica serão os principais pontos de sua agenda política.

O avião em viajava Pence, o Air Force Two, aterrissou por volta das 12h30 (horário local, 0h30 de Brasília) na Base Aérea Naval de Atsugi, de onde o vice-presidente americano seguiu para a capital japonesa.

O primeiro ato oficial de Pence será na residência oficial do chefe do executivo japonês, o Kantei, onde participará de um almoço de trabalho com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, antes da reunião com o vice-primeiro ministro e titular das Finanças, Taro Aso.

Espera-se que a tensão na região pelos constantes testes com armas realizados pela Coreia do Norte - o mais recente foi o lançamento de um míssil, que acabou falhando, no último domingo - seja um dos temas centrais do encontro com Abe, que será seguido por uma entrevista coletiva ao lado de Aso.

Tóquio espera que as reuniões sirvam para "aprofundar as relações econômica e de segurança" e para coordenar políticas para "a nova fase de ameaça que entrou o desenvolvimento nuclear e de mísseis de Coréia do Norte", de acordo com declarações feitas hoje pelo ministro porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga.

O ministro das Finanças, por sua vez, disse que tratará com Pence sobre cooperação econômica e a criação de um "quadro que pode servir de modelo para outros países da região", embora tenha afirmado que o acordo comercial bilateral não estará sobre a mesa, afirmou ao jornal "Nikkei".

Pence chegou hoje ao Japão, após passar três dias na Coréia do Sul.

Na capital sul-coreana, Mike Pence apelou aos recentes ataques militares sobre Síria e Afeganistão e, neste sentido, advertiu a Coreia do Norte sobre o perigo de colocar a prova a "determinação" do presidente americano Donald Trump.

Na quarta-feira, Pence está planejando realizar uma visita à base marítima de Yokosuka, de onde Japão e EUA realizaram manobras militares conjuntas e onde está estacionado permanentemente o porta-aviões americano USS Ronald Reagan.

O vice-presidente dos EUA se deslocará novamente para a capital para assistir um fórum com empresários e posteriormente para base de Atsugi onde prosseguirá com sua excursão pela região, seguindo para Indonésia e Austrália. EFE