EUA autorizam Apple a testar automóveis sem motorista

A Apple quer investir um bilhão de dólares para produzir programas

A Apple se juntou às empresas autorizadas a testar automóveis sem motorista na Califórnia, segundo uma lista atualizada divulgada nesta sexta-feira pelas autoridades.

A empresa deu poucas amostras de sua ambição com este tipo de veículo. Seu presidente, Tim Cook, forneceu pistas sobre os planos, mas a companhia se recusou a comentar boatos sobre o assunto.

No fim do ano passado, a Apple revelou em uma carta às autoridades que está investindo muito em veículos autônomos e solicitou uma permissão para desenvolvê-los.

A empresa enviou esta carta porque "está investindo muito em aprendizagem automática [machine learning] e sistemas autônomos", disse à AFP um porta-voz da Apple.

A ideia da empresa é focar em programas de informática para os veículos e confiar a seus sócios sua fabricação.

Várias companhias estão desenvolvendo veículos autônomos e espera-se que alguns modelos cheguem ao mercado em 2020.

Entre essas empresas estão fabricantes de automóveis como General Motors, Ford, Nissan, Mercedes-Benz e Toyota, além de empresas de tecnológicas como Uber e Alphabet (matriz da Google).