EUA: Biden prepara acerto de contas com Trump no aniversário de um ano do ataque ao Capitólio

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Donald Trump
    Donald Trump
    Empresário e político norte-americano, 45º presidente dos Estados Unidos
  • Joe Biden
    Joe Biden
    Presidente dos Estados Unidos

Os Estados Unidos recordam nesta quinta-feira (6) o aniversário de um ano da invasão do Capitólio. O presidente Joe Biden fará um discurso para marcar a data e, segundo suas equipes, deve atacar diretamente o ex-chefe da Casa Branca, Donald Trump, acusando o republicano de responsabilidade no episódio.

Durante o primeiro ano de seu governo, Biden tem optado por ignorar Trump, mesmo se o ex-presidente ainda se nega a admitir a derrota nas eleições de 2020 e continua difundido teorias da conspiração entre seus milhões de seguidores. O republicano ainda afirma ser o verdadeiro vencedor do pleito, apesar de ter perdido por mais de sete milhões de votos e não ter apresentado nenhuma prova concreta da fraude da qual diz ter sido vítima.

Mas nesta quinta-feira, durante seu discurso no mesmo Capitólio invadido há um ano por uma multidão de seguidores de Trump, o atual chefe da Casa Branca deve enviar uma mensagem direta ao republicano. “Biden vê o 6 de janeiro como uma trágica culminação do que quatro anos da presidência de Trump fizeram como este país”, disse a secretária de imprensa, Jen Psaki.

“Ele denunciará energicamente a mentira propagada pelo ex-presidente (...) e falará do trabalho que precisa ser feito para proteger e fortalecer nossa democracia e nossas instituições”, completou.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Trump sofre revés na batalha pela abertura de arquivos sobre ataque ao Capitólio
Trump pede que Suprema Corte bloqueie transferência de documentos sobre ataque ao Capitólio
Do globalismo à guerra cultural: como as teorias da conspiração tomaram conta da política digital

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos