EUA condenam ataque químico na Síria e alertam que não pode ser ignorado

Washington, 4 abr (EFE).- O governo dos Estados Unidos condenou nesta quarta-feira o "reprovável" suposto ataque químico na Síria que causou pelo menos 58 mortos na cidade de Khan Sheikhoun e alertou que "não pode ser ignorado".

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, disse aos jornalistas que os "atos atrozes" do regime do presidente sírio, Bashar al Assad, são consequência da "fraqueza" mostrada pelo governo do ex-presidente americano Barack Obama. EFE