EUA denuncia ex-funcionários do Twitter por espionarem para sauditas

Esta imagem de arquivo, de agosto de 2019, mostra grupo de funcionários de Twitter saindo da sede da companhia, em San Francisco, Califórnia

Dois ex-funcionários do Twitter e um terceiro indivíduo foram denunciados a uma corte federal de San Francisco por espionarem usuários da rede social críticos à família real saudita, informou nesta quarta-feira o Departamento de Justiça.

Os denunciados são dois sauditas e um americano que teriam trabalhado em conjunto para obter detalhes de contas do Twitter de dissidentes para entregá-los ao governo em Riade e à família real, segundo o departamento de Justiça.

Nosso objetivo é criar um local seguro e atraente para os usuários se conectarem a interesses e paixões. Para melhorar a experiência de nossa comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos.