EUA desaconselha viagens ao Japão por risco de covid

·2 minuto de leitura
(Arquivo) Seguranças vigiam ao lado dos anéis olímpicos durante protesto contra a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em frente ao prédio da sede do Comitê Olímpico Japonês, em 18 de maio de 2021

Os Estados Unidos recomendaram, nesta segunda-feira (24), aos seus cidadãos que não viajem ao Japão, sede dos próximos Jogos Olímpicos, citando o risco crescente gerado pela pandemia de covid-19 a dois meses do início das competições no país asiático.

"Devido à covid-19, não viaje para o Japão", diz a advertência do Departamento de Estado sobre viagens para aquele país, criticado por sua lenta taxa de vacinação.

A decisão de Washington foi tomada principalmente por razões sanitárias, mas também por "fatores secundários, como a disponibilidade de voos comerciais, restrições à entrada de cidadãos norte-americanos e impedimentos para obter em três dias os resultados de testes de covid", diz o comunicado.

O Japão abriu seus primeiros centros de vacinação em massa às pressas em uma campanha prévia às Olimpíadas, canceladas no ano passado devido à pandemia. Porém apenas 2% de seus 125 milhões de habitantes foram inoculados.

O país começou a aplicar a vacina da Pfizer nos profissionais de saúde com mais de 65 anos em fevereiro e espera concluir essa fase até o final de julho, quando começam os Jogos. No entanto, vários ministros afirmaram que os Jogos Olímpicos não estão incluídos no calendário e não foi fixada uma data para a imunização de outras faixas etárias.

A pandemia teve um impacto relativamente baixo no Japão, com cerca de 12 mil mortes, mas um recente ressurgimento de infecções colocou o sistema hospitalar sob pressão. Tóquio, Osaka e outras oito regiões estão em estado de emergência e reduziram as atividades comerciais até o fim de maio. Reportagens da imprensa local indicam que as medidas podem ser estendidas por três semanas.

A maior parte da opinião pública se opõe às Olimpíadas, que, garantem os organizadores, podem ser realizadas de forma segura. A maioria dos atletas e outros que ficarão na Vila Olímpica precisará ser vacinada antes de chegar ao Japão, embora a vacinação não seja um requisito para participar dos Jogos.

cjc/led/llu/gm/mls/ic/lb/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos