EUA detecta primeiro caso da nova variante do coronavírus no Colorado

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Três potenciais vacinas contra a covid-19, em laboratório da Novavax, em Gaithersburg, Maryland

O Colorado, nos Estados Unidos, registrou o que supostamente é o primeiro caso da variante do coronavírus particularmente infecciosa que surgiu recentemente no Reino Unido, revelou o governador do estado, Jared Polis, nesta terça-feira (29).

"Hoje descobrimos o primeiro caso do Colorado da variante B.1.1.7 da covid-19, a mesma variante descoberta no Reino Unido", tuitou o governador Polis.

Ele anexou um comunicado oficial de seu escritório e de autoridades de saúde estaduais dizendo que o indivíduo é um "homem na casa dos 20 anos que está atualmente isolado no Condado de Elbert e não tem histórico de viagens".

O indivíduo não teve contatos próximos, disse o comunicado, mas a situação continuará a ser monitorada "de perto" e as autoridades estão trabalhando para identificar outros casos potenciais por meio de rastreamento de contatos.

O Washington Post relatou que o caso do Colorado é a primeira infecção conhecida da variante do vírus a ser registrada nos Estados Unidos. Os dois primeiros casos da nova cepa no continente norte-americano foram descobertos no Canadá no fim de semana.

Temores foram levantados pela nova cepa de covid-19, que os especialistas dizem ser potencialmente mais transmissível.

Mais de 3.000 casos da variante já foram relatados no Reino Unido e em dezenas de países em todo o mundo, de acordo com a agência de saúde da UE ECDC.

Na África do Sul, mais de 300 casos de outra variante foram registrados. Três casos dessa variante da cepa foram confirmados na Europa - dois no Reino Unido e um na Finlândia - mas todos os três foram relacionados a pessoas retornando da África do Sul.

to/st/ap/am