EUA e aliados prometem mais artilharia para Kiev​

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em videoconferência, o presidente americano Joe Biden e os premiês Boris Johnson (Reino Unido) e Justin Trudeau (Canadá), além de outros líderes ocidentais, se comprometeram a fornecer mais artilharia para a Ucrânia.

Ante a nova etapa da guerra provocada pela Rússia, com ação mais convencional no leste do país, a falta de peças de artilharia como obuseiros e morteiros pesados pode fazer a diferença contra Kiev.

Boris também disse que está estudando como montar mísseis antinavio Brimstone sobre veículos utilitários, para que a Ucrânia os empregue contra navios russos no mar Negro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos