EUA: empresa é autorizada a vender relatórios de riscos genéticos de saúde

Una investigadora francesa trabalha em laboratório, no dia 3 de fevereiro de 2015

As autoridades reguladoras americanas deram autorização na quinta-feira para a empresa biotecnológica do Vale do Silício 23andMe se tornar a primeira a comercializar relatórios sobre os riscos de saúde dos seus clientes baseados em sua genética.

Os primeiros relatórios estarão disponíveis neste mês nos Estados Unidos, indicando as propensões genéticas a sofrer doenças como Parkinson e Alzheimer, de acordo com a Agência de Alimentos e Medicamentos americana (FDA).

"Os consumidores agora podem ter acesso direto a certas informações de risco genético", disse Jeffrey Shuren, diretor do Centro de Dispositivos e Saúde Radiológica da FDA.

"Mas é importante que as pessoas entendam que o risco genético é só uma peça de um quebra-cabeça maior, não significa que vão desenvolver ou não uma doença", acrescentou.

A 23andMe extrai os dados genéticos de amostras de saliva enviadas pelos clientes.

A empresa privada havia se concentrado em proporcionar informações sobre a ascendência depois de que a FDA freou, há cerca de quatro anos, seus esforços para oferecer informações sobre a saúde baseada na genética.

"Estou orgulhoso de dizer que somos a primeira e única empresa a receber a autorização da FDA para comercializar relatórios sobre riscos genéticos para a saúde sem prescrição médica", disse Anne Wojcicki, cofundadora da 23andMe.

"É um momento decisivo: dar aos indivíduos acesso direto a mais informação sobre como seu DNA poderia afetar sua saúde", acrescentou.

A FDA disse que concedeu permissão à 23andMe para comercializar exames sobre o risco genético de saúde para dez doenças ou condições em um serviço direto para os consumidores.

Os resultados poderiam ajudar as pessoas a tomar decisões mais informadas, de acordo com a FDA.

A agência ressaltou, porém, que outros fatores além da genética, como estilo de vida e poluição, desempenham papéis importantes quando se trata de saúde.

Os exames da 23andMe foram especificamente proibidos de servir como a única base para grandes decisões sobre tratamentos médicos, disse a FDA.

A 23andMe foi fundada em 2006 e tem sede em Mountain View, Califórnia, no mesmo lugar que o Google.

O relatório "Health+Ancestry" da 23andMe custa 199 dólares, e um exame genético centrado só na ascendência, 99 dólares.