'EUA estão fazendo o jogo do terrorismo', alerta Lavrov

Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson (esq.), e o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei, na cúpula do G20, em 16 de fevereiro de 2017, em Bonn, na Alemanha

O ministro russo das Relações Exteriores teve sua primeira conversa com o secretário de Estado americano desde o ataque lançado pelos EUA à base síria de Al-Shayrat e, no telefonema, Sergei Lavrov disse a Rex Tillerson que a ação militar "faz o jogo do terrorismo".

Em nota, a diplomacia russa relatou que Lavrov disse a Tillerson que atacar "um país que luta contra o terrorismo apenas faz o jogo do terrorismo" e "cria ameaças para a segurança regional e mundial".

Lavrov também reiterou a posição russa de que o governo sírio não é responsável pelo suposto ataque químico que deixou dezenas de mortos esta semana em Khan Sheikhun, na província de Idleb.

As acusações "não se ajustam à realidade", frisou Lavrov.

Tillerson visitará a Rússia em 11 e 12 de abril. Segundo a porta-voz do Ministério russo das Relações Exteriores, Maria Zakharova, durante sua estada, as autoridades de Moscou lhe pedirão "explicações" sobre o bombardeio.